Orçamento de Estado para 2020 também traz novidades para os trabalhadores independentes.

Se trabalha a recibos verdes, então gostará de saber que o Orçamento de Estado para 2020, cuja votação final está agendada para hoje, dia 6 de fevereiro, traz novidades para os trabalhadores independentes.

A isenção prevista no código do IVA para os prestadores de serviços que, atualmente, tem o teto de 10 mil euros, vai ser alargada para os 12.500 euros.

Isto significa que os trabalhadores independentes que não tenham atingido, no ano civil anterior, um volume de negócios superior ao teto agora definido não são obrigados a liquidar o imposto.

Recorde-se que esta isenção aplica-se apenas àqueles contribuintes que não têm nem estão obrigados a ter contabilidade organizada para efeitos do IRS ou IRC.

Pin It

Angra do Heroísmo

Notícias Regionais

Ilha Terceira

Economia

Startups

Outras Notícias

Cultura

Saúde

Sociedade

Tecnologia

Motores

Tecnologia