O Diretor Regional de Apoio ao Investimento e à Competitividade salientou hoje que o tecido empresarial açoriano está “sólido e a crescer de forma sustentada”, destacando o facto de os Açores registarem, em fevereiro, o maior rácio de constituição de empresas do país.

“Comparando os Açores com outras regiões do país, verificamos que continuamos a ter o maior rácio de constituição de empresas do país, ou seja, 2,8 entre março de 2018 e fevereiro último”, afirmou Ricardo Medeiros.

“Segundo o Barómetro Informa, nos Açores, por cada empresa que encerra, há quase três novas empresas que iniciam a sua atividade, considerando o rácio de 2,8”, frisou, acrescentando que foram criadas no arquipélago 495 empresas no período em referência.

Por distritos, Angra do Heroísmo continua a apresentar o maior rácio de constituição de empresas por cada dissolução natural do país, registando um valor de 3,0, enquanto em Ponta Delgada o rácio foi de 2,8 e na Horta 2,7.

Para o Diretor Regional, estes dados são “demonstrativos da grande capacidade por parte dos empresários, em particular, e dos Açorianos, em geral, em investir na Região”.

“O Governo dos Açores vai continuar a ser um parceiro das empresas regionais, incentivando os seus projetos de desenvolvimento e apoiando-as com medidas e estímulos que visam o reforço da competitividade e produtividade”, assegurou Ricardo Medeiros.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Cultura

Saúde

Sociedade

Tecnologia

Motores

Tecnologia